Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O sal da história

Crónicas da história. Aventuras, curiosidades, insólitos, ligações improváveis... Heróis, vilões, vítimas e cidadãos comuns, aqui transformados em protagonistas de outros tempos.

O sal da história

Crónicas da história. Aventuras, curiosidades, insólitos, ligações improváveis... Heróis, vilões, vítimas e cidadãos comuns, aqui transformados em protagonistas de outros tempos.

(5) Pela imprensa: homens, não se atrevam a oferecer estes utensílios às vossas mulheres!

mundograficodez1943.PNG

 

Estes são os presentes que melhor cativarão a sua esposa, garantia a Electrolux, exibindo uma soberba montra do que de mais moderno existia em termos de eletrodomésticos nos idos anos 40: frigoríficos, aspiradores, enceradores e filtros… enfim, o que melhor representa “o conforto e a higiene do lar”. O ideal para oferecer no Natal, “festa sagrada da família”, aconselhava o anúncio.

A mensagem não podia ser mais clara…ou datada.

Que longo caminho percorremos desde esses tempos!

Para começar, o anúncio é dirigido aos homens, porque estes é que leriam a Mundo Gráfico, revista de atualidades nacionais e internacionais onde esta publicidade é publicada. Ora, estes eram temas que apenas interessariam ao chefe da família, porque as mulheres tinham mais com que se entreter: tratar dos filhos e das suas imaculadas casas. Eram também os homens que, trabalhando fora, tinham poder económico para adquirir estes produtos e assim cair nas boas graças das suas perfeitas esposas.

Depois, custa pensar que, há apenas 75 anos, os eletrodomésticos tinham este ar quase “pré-histórico”. Ainda há muita gente que se lembrará de frigoríficos daquela dimensão e aspeto, de aspiradores que parecem salsichas e enceradoras que se assemelham detetores de metais. Muito, muito, longe do que se usa nos dias que correm, apesar de algum revivalismo atual em termo de formas - isto já para não falar nas funcionalidades que os novos “bichinhos” nos apresentam.

Mais longe ainda está o conceito do anúncio, que pressupõe uma mulher dedicada à lida da casa e a vibrar com este tipo de presentes para seu uso exclusivo, dados por um patriarca benevolente.

A Electrolux, essa, continua no mercado desde 1919, ano em que foi criada através da fusão de outras duas empresas suecas pré-existentes.

 

Fontes:

Hemeroteca Digital de Lisboa

http://hemerotecadigital.cm-lisboa.pt/

 Mundo Gráfico

Ano V, nº 100 – 30 nov. 1943

2 comentários

Comentar post