Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O sal da história

Crónicas da história. Aventuras, curiosidades, insólitos, ligações improváveis... Heróis, vilões, vítimas e cidadãos comuns, aqui transformados em protagonistas de outros tempos.

O sal da história

Crónicas da história. Aventuras, curiosidades, insólitos, ligações improváveis... Heróis, vilões, vítimas e cidadãos comuns, aqui transformados em protagonistas de outros tempos.

Ainda O iminente naufrágio do Vera Cruz com milhares de soldados a bordo

No dia seguinte, reinava a destruição

VeraCruz_2.jpg

 

Uma coisa é ouvir dizer. Outra é ver. Na madrugada do dia 26 de maio de 1970, milhares de jovens militares portugueses regressados da guerra do ultramar por pouco não encontraram a morte nas águas do oceano, quando uma onda gigantesca embateu no paquete. Aos comandos vinha José de Azeredo e Vasconcellos*.

VeraCruz_1.jpg

 

Partilho aqui hoje imagens raras dos estragos provocados por essa situação limite que ameaçou deixar de luto muitas famílias. Valeu a sorte, a robustez do navio e, certamente, o sangue-frio de quem enfrentou o perigo ao passar o cabo das tormentas.

VeraCruz_5.jpg

 

A proa inundada, maquinaria arremessada ou inoperacional, junto à qual se aglomeram alguns homens, tentando repor alguma normalidade, enquanto outros assistem, ainda incrédulos, tentando perceber o que aconteceu e como escaparam incólumes.

VeraCruz_6.jpg

 

Ferros retorcidos e arrancados um pouco por todo o lado, balaustrada e borda parcialmente destruídas, vidros estilhaçados pelo convés, cabina de comando totalmente revolvida.

VeraCruz_3.jpg

 

VeraCruz_4.jpg

Na manhã após a madrugada de todos os sustos, foi este o cenário de destruição encontrado pelos ainda aturdidos “tropas” a bordo do Vera Cruz.

Era muito, mas face ao sobressalto por todos sentido - fechados nos seus compartimentos, com o credo na boca enquanto o Vera Cruz se parecia despedaçar sob os seus pés - até parecia pouco.

O “contratempo” obrigou ao regresso a Moçambique para as necessárias reparações e atrasou ainda mais o tão ansiado regresso a casa depois do dever cumprido, mas que não seria a última peripécia da viagem…

..............

*José Horta e Costa de Azeredo Vasconcellos

……………

Já aqui antes contei, pela voz de um dos militares a bordo, a história desta estranha viagem.

……………..

Fontes

Agradeço a José Manuel Vasconcelos, filho do então comandante do Vera Cruz, a generosidade de me permitir partilhar estas imagens.

O iminente naufrágio do Vera Cruz com milhares de tropas a bordo - O sal da história (sapo.pt)