Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O sal da história

Crónicas da história. Aventuras, curiosidades, insólitos, ligações improváveis... Heróis, vilões, vítimas e cidadãos comuns, aqui transformados em protagonistas de outros tempos.

O sal da história

Crónicas da história. Aventuras, curiosidades, insólitos, ligações improváveis... Heróis, vilões, vítimas e cidadãos comuns, aqui transformados em protagonistas de outros tempos.

Instantâneos (40): a educação física regenera a raça

 

educacao física 1.JPG

 

Um, dois. Um, dois. Insiste, insiste! Ufa...esta moda de fazer exercício não tem metade da piada de correr pelos campos, saltar muros, trepar as árvores ou nadar na ribeira...mas tem de ser, os professores mandam. É preciso obedecer.

Parece ser este o pensamento que invade os cérebros ginasticados destas crianças, posando para o fotógrafo a meio de tanto sacrifício.

As imagens foram captadas em 1913, na escola de S. Miguel, em Viseu, mas poderiam ter sido em qualquer outro concelho do País, pois muita foi a propaganda para que o ensino passasse a chegar a mais gente e, em simultâneo, formasse o carácter, impusesse hábitos de disciplina e ideais patrióticos.

educacao fisica 2.JPG

 

Estávamos nos primeiros anos da jovem República Portuguesa e era preciso regenerar a "raça" – a expressão haveria de ser especialmente cara ao regime seguinte...

 

Diziam as novas correntes da educação – curiosamente, já por aqui iniciadas nos últimos anos da monarquia - que a criança tinha que ser olhada como um todo, valorizando-se a educação física, artística e cívica, os trabalhos manuais e as visitas de estudo – excursões pedagógicas, como então se denominavam.

 

Muitas destas intenções ficaram pelo caminho, como tantas vezes acontece, devido à falta de meios e vontade política para uma reforma mais profunda.

 

Eram tempos muito anteriores àqueles que hoje vivemos. Quase já esquecidos, numa época em que os miúdos têm todo o equipamento disponível para a prática de desporto e é essa a atividade que menos praticam - pelo menos de forma espontânea - pois o apelo dos "desportos" virtuais soa mais alto e impõe-se, como antes se impunha a voz dos professores.

..............

 

Fontes

Hemeroteca Digital de Lisboa

http://hemerotecadigital.cm-lisboa.pt/

Illustração Portuguesa

nº391, 18 agos. 1913

Imagens do fotógrafo amador J. Batalha

 

A República e a Educação – dos projetos, às realizações, de Joaquim Pintassilgo; Universidade de Lisboa – Instituto de Educação. Disponível em https://repositorio.ul.pt/bitstream/10451/8313/1/A%20república%20e%20a%20educação.pdf

 

 

 

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.