Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O sal da história

Crónicas da história. Aventuras, curiosidades, insólitos, ligações improváveis... Heróis, vilões, vítimas e cidadãos comuns, aqui transformados em protagonistas de outros tempos.

O sal da história

Crónicas da história. Aventuras, curiosidades, insólitos, ligações improváveis... Heróis, vilões, vítimas e cidadãos comuns, aqui transformados em protagonistas de outros tempos.

Instantâneos (51): uma corrida atribulada

bicicletas 1.JPG

 

 

O dia 13 de novembro de 1930 foi animado em Alcácer do Sal. O povo acorreu para a realização da primeira corrida de bicicletas entre a então vila e a vizinha Grândola. Gaba-se a audácia dos atletas que se propunham percorrer cerca de duas dezenas de quilómetros por uma estrada que mais parecia um campo minado, aos comandos de veículos nada adaptados a essas audaciosas jornadas.

bicicletas 2.JPG

 

O entusiasmo era grande, apesar de apenas cinco velocipedistas terem aceitado o desafio lançado pelo Grupo Ciclista Alcacerense, criado naquela época. Os cerca de 20 quilómetros acabaram por ser concluídos em pouco mais de uma hora e 45 minutos pelo vencedor, Augusto J. Madeira, seguido de Joaquim António de Matos.
O primeiro prémio acabaria por ser uma surpresa, uma vez que, antes da partida, todas as expetativas recaíam sobre um outro concorrente, que acabaria por não completar o percurso, visto que sofreu um aparatoso acidente, do qual, no entanto, sairia ferido sem muita gravidade.
Os entendidos no desporto que então se inaugurava oficialmente em Alcácer do Sal destacavam ao setubalense Jornal de Sports, que, apesar de a participação não ter sido muito numerosa, o “resultado foi satisfatório”, especialmente tendo em conta “o péssimo estado da estrada”, um verdadeiro flagelo para os residentes em Alcácer e Grândola que, ciclicamente, se desdobram em protestos para que a via seja reparada, como, por coincidência, aconteceu em 2019, quando já se encontrava em muito mau estado, tal como era relatado há 89 anos.
O correspondente local do jornal, o empresário e “jornalista” alcacerense Abel do Amaral perspetivava que muitas mais provas se seguiriam, organizadas pelo recente clube, do qual não há informação sobre até quando existiu.

Em Portugal, as primeiras corridas de bicicletas datam do final do século XIX. Realizavam-se nos hipódromos e serviam para distração das classes mais abastadas, enquanto esperavam pelas provas de cavalos.
A primeira agremiação de amantes das duas rodas foi o Clube Velocipedista Portuense, criado em 1880 e que, nesse mesmo ano, organiza a primeira corrida em território nacional, entre a alameda de Matosinhos e o Castelo da Foz, com uma enorme afluência e entusiasmo do público. Três anos depois foi inaugurado o primeiro velódromo do País, também no Porto, na quinta dos Salgueiros.
A primeira volta a Portugal realiza-se em 1927, mas já antes se havia iniciado a Clássica Porto-Lisboa, que prevaleceu entre 1911 e 1988.
Rapidamente as bicicletas se generalizaram e, se inicialmente eram usadas pelas elites - aliás responsáveis pela sua introdução no nosso País - passaram depois a ser o principal meio de transporte das classes mais baixas, quando as altas já andavam em veículos motorizados.

bicicletas 3.JPG


…………..
Nota: as imagens são de corridas de bicicletas em Alcácer do Sal, em datas não determinadas até meados do século XX.
…………..
Fontes
Biblioteca Municipal de Setúbal
Jornal de Sports – 17 nov. 1930

http://jornalciclismo.com/?p=29640

Imagens
Arquivo Histórico Municipal de Alcácer do Sal
PT/AHMALCS/CMALCS/BFS/01/01/06/010-2
PT/AHMALCS/CMALCS/BFS/01/01/06/012
PT/AHMALCS/CMALCS/BFS/01/01/06/013

 

 

2 comentários

  • Imagem de perfil

    CV 08.07.2020

    Muito obrigada!
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.