Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O sal da história

Crónicas da história. Aventuras, curiosidades, insólitos, ligações improváveis... Heróis, vilões, vítimas e cidadãos comuns, aqui transformados em protagonistas de outros tempos.

O sal da história

Crónicas da história. Aventuras, curiosidades, insólitos, ligações improváveis... Heróis, vilões, vítimas e cidadãos comuns, aqui transformados em protagonistas de outros tempos.

(18) Instantâneos: Traquitana?Traquiquê???

traquitana gazeta de lisboa 1825-https__babel.hath

 

Assim, só pela maneira com o soa, parece ser da família das carripanas e geringonças, estas inusitadamente célebres nos últimos anos. Remete para coisa mal-amanhada, pouco segura, periclitante, daquelas que nunca se sabe se chegarão ao destino, dada a insegurança que inspiram. Ou então algo caído em desuso. Ou, ainda, algo com pouco valor, uma bugiganga… Mas, deixemo-nos de suposições! Afinal o que é uma traquitana?

A palavra faz lembrar tudo aquilo que já se referiu, mas, de facto, a traquitana era um meio de transporte bastante comum até finais do século XIX, como aliás se pode imaginar pela quantidade de anúncios destinados à compra e venda destes veículos.

traquitana2.JPG

 

Eram pequenas carruagens para duas pessoas, com quatro rodas e um compartimento – hoje é mais moderno dizer-se habitáculo – onde se podia viajar incógnito, porque possuíam cortinas escuras, em couro.

traquitana.jpg

 

Eram normalmente puxadas por um ou dois cavalos, constituindo, ao que se pode supor, o equivalente aos atuais automóveis citadinos: baratos, rápidos e que podem facilmente estacionar-se, devido à sua reduzida dimensão.

As traquitanas seriam, portanto, indispensáveis a indivíduos independentes, com muitos afazeres e estatuto social suficiente para almejar tal luxo.

 

Fontes

Arquivo Fotográfico Municipal de Lisboa

http://arquivomunicipal.cm-lisboa.pt/pt/

PT/AMLSB/CMLSBAH/PCSP/004/CCO/000004

 

Gazeta de Lisboa 1825

https://babel.hathitrust.org/cgi/pt?id=hvd.hxj9vi

 

https://www.priberam.pt/dlpo/traquitana

 

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.