Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O sal da história

Crónicas da história. Aventuras, curiosidades, insólitos, ligações improváveis... Heróis, vilões, vítimas e cidadãos comuns, aqui transformados em protagonistas de outros tempos.

O sal da história

Crónicas da história. Aventuras, curiosidades, insólitos, ligações improváveis... Heróis, vilões, vítimas e cidadãos comuns, aqui transformados em protagonistas de outros tempos.

(4) Pela imprensa: seios invejáveis em apenas dois meses

Capturarseios.PNG

 

Mulheres deste mundo, esqueçam o silicone e outras intervenções de cirurgia estética! As Pilules Orientales são a solução para as que nasceram mal providas de busto e com formas menos arredondadas nessa área. Em apenas dois meses, está assegurado o desenvolvimento e a firmeza do peito, sem qualquer dano ou risco, o que é mais uma vantagem em relação a soluções quiçá mais modernas, mas não tão infalíveis como esta.

Desenvolvidos, reconstituídos, aformoseados, fortificados…enfim, seios com que sempre sonhou, mas que pensava apenas estarem ao alcance das estrelas de cinema.

E, não há que enganar: um peito com tais características, para além de ser “um dos maiores atrativos que tem a mulher”, é um “indício geral de uma saúde florescente”, privilegiada pela atenção masculina, pois “as preferências instintivas ou racionais dirigem-se sempre para aquelas a quem a natureza favoreceu com esse dom”.

Como se não bastassem estes benefícios todos, um extenso texto com testemunhos de fêmeas agradecidas e publicado noutra revista, diz que as Pilulas Orientales dão ao rosto uma frescura de tez inigualável e vêm acompanhadas por um “elegante livrinho”, onde se pode saber tudo sobre estes comprimidos.

Bem, tudo, tudo, não será, porque em nenhum local consegui saber mais pormenores sobre um tal J. Ratié, farmacêutico de Paris, que vendia as famosas pilulas pelo menos desde 1880, em diversos países e com enorme sucesso. Nada é perfeito.

 

Capturarseios2.JPG

 

 

Fontes

Hemeroteca Digital de Lisboa

http://hemerotecadigital.cm-lisboa.pt/

Illustração Portugueza

Nº 122 – 22 jun. 1908

Nº337 – 05 ago. 1912

 

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.